domingo, 29 de abril de 2012

AOS QUE INTEGRAM A COMISSÃO PARA IMPLANTAÇÃO DO CURSO DE MÚSICA NO SERIDÓ E DEMAIS INTERESSADOS


Queremos louvar e agradecer a disposição da Reitora da UFRN, professora Ângela Paiva e o esforço da diretora do CERES-Caicó professora Ana Neri, por reconhecer a necessidade da criação do curso de música na região do seridó, oficializando uma  comissão para encaminhar este processo. Concordarmos inteiramente  com o nome do professor Lourival Andrade (campus Caicó), para coordenar  e tentar alavancar de vez esse  movimento que está em nossas mãos e responsabilidade agora, mas que historicamente faz parte do imaginário, almas e corações do povo seridoense, reconhecidamente de tradição músical diferenciada. Agradecemos especialmente pela inclusão nessa comissão, da representação das nossas Bandas de Música, o que nos faz sentirmos reconhecidos e prestigiados,  de maneira que nos colocamos a disposição, no sentido de contribuirmos nessa  discussão e mobilização.

Acreditamos que a sociedade precisa ser informada do que se passa sobre esse pleito o qual enfrentamos e que a sua participação dará o impulso e a legitimidade que precisamos. Essa discussão não é de agora, porém nunca o momento foi tão propício para assegurarmos esse que para nós se tornou um direito a educação ao desenvolvimento e a  cidadania.

A indicação do coordenador só agora, é o alerta que mesmo comprometidos estivemos lerdos, distantes. Enquanto isso “o tempo voa” e cinco meses se passaram, desde o início de nossa mobilização, assim como os 25 anos que vivemos de referenciar a necessidade e possibilidade de ser implantado no Seridó um curso de música.

Sugerimos que organizemos uma audiência pública para discutirmos o tema e  tratarmos dos encaminhamentos. Temos a convicção, que autoridades, instituições músicais, família de músicos, imprensa, músicos e a sociedade em geral, devam e querem ser   informadas e convidadas a participarem desta discussão.

Existe hoje no Seridó  cerca de 3.000 estudantes de música envolvidos nas bandas de música e suas tradicionais,  rústicas mais eficientes “escolinhas de música”. Muitos outros projetos sociais desenvolvem atividades músicais, e tantos, são os que praticam e estudam instrumentos sem nenhuma orientação técnica ou pedagógica. Penamos em vislumbrar a possibilidade de perdermos mais uma vez essa oportunidade que agora nos parece de viabilidade incontestável se não nos organizarmos e nos mobilizarmos definitiva e concretamente.

O que esteve nas nossas mentes,  almas e  nossos corações, agora está também em nossas mãos e responsabilidade de cidadãos. Precisamos agir!!!

Saudações seridoenses,

Bembém Dantas
União das bandas de Música do RN- UNIBAM-RN
Ass. Cultural e músical do RN – AMUSIC-RN
Filarmônica de Cruzeta
91577700- bembemdantas@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário