domingo, 25 de março de 2012

FILARMÔNICA 24 DE OUTUBRO DA CIDADE DE CRUZETA/RN


A Escola de Musica de Cruzeta foi criada em 1984 com o objetivo de formar uma Banda de Música. A Filarmônica 24 de Outubro, nome dado em homenagem a fundação da cidade, foi inaugurada em 1986, e logo no ano seguinte conquistou o II lugar no I Concurso de Bandas em Carnaúbas dos Dantas.

Em 1988 assume a direção da Banda e da Escola de Música o Maestro  Humberto Carlos Dantas (Bembém), com sua visão inovadora voltada para a formação de crianças e jovens, utilizando a música como veiculo de inclusão e agente de transformação pessoal e social, dando-lhes oportunidades de exercer seu papel na sociedade com dignidade e cidadania. A sua filosofia de trabalhoque é: “Aprender uma nota e através dela conhecer o mundo”, tem mudado a história de muitos jovens antes sem perspectivas de futuro.

A Escola de Musica de Cruzeta hoje atende cerca de 200 crianças e jovens sendo que 40 destes já estão na Universidade cursando técnico, licenciatura e Bacharelado em Música, onde assumem a responsabilidade de repassar os conhecimentos adquiridos, servindo como agentes multiplicadores e ao mesmo tempo ganhando experiência para entrar no mercado de trabalho.

A Filarmônica de Cruzeta, ou simplesmente a Banda de Cruzeta, nesse pequeno período de existência tem se destacado e se consolidado como a melhor banda do estado, e hoje é considerada entre as três melhores do Brasil, reconhecida por profissionais respeitados e conhecedores da realidade musical do país.

O projeto desenvolvido pela Escola de Música e Filarmônica de Cruzeta é modelo hoje para O Projeto “Bandas Filarmônicas” desenvolvido pelo Governo do Estado dentro do Programa Desenvolvimento Solidário, dado a sua indiscutível tônica de encorajamento nos aspectos educacionais, culturais e principalmente social, onde a música é vista não só como um meio de desentraves e alegria as pessoas, mas também como importante veículo de inclusão social e agente transformador, como sempre faz questão de afirmar o maestro Bembem: “Antes de formar grandes músicos, pensamos em formar grandes cruzetenses, seridoenses, norteriograndense, nordestinos, brasileiros, cidadãos do mundo e de si mesmos”.

Fonte: Blog da Filarmônica de Cruzeta

Nenhum comentário:

Postar um comentário